Menu fechado

Troca de roupas usadas é uma grande aposta da moda circular

Com o crescimento do mercado de segunda mão, a troca de roupas usadas é uma aposta para movimentar os 50% das roupas usadas que ficam paradas nos armários.

Imagem de uma arara em um brechó com várias peças de roupas usadas penduradas.

Troca de roupas usadas é alternativa para o consumo consciente de moda.

Nos últimos anos, o sistema de moda vem sendo muito questionado. O ciclo se resume em comprar e descartar e em querer sempre o novo, a tendência, o que acabou de sair das passarelas.

Com isso, na última década, as conversas sobre sustentabilidade na moda tiveram um crescimento muito forte, e uma das soluções apresentadas é o modelo de troca de roupas usadas.

Neste post, então, vamos falar sobre como a troca é um dos caminhos para um sistema de moda mais responsável e circular.

  • O que é Moda Circular
  • O crescimento do mercado de segunda mão
  • A troca como meio de consumo
  • Como trocar suas roupas

O que é Moda Circular

O conceito de moda circular é recente e foi inspirado na economia circular. De acordo com a fundação Ellen Macarthur, este modelo se baseia em três princípios:

  • Reduzir resíduos;
  • Prolongar o uso dos produtos e materiais;
  • Regenerar os sistemas naturais.

Ainda de acordo com a fundação, nos últimos 15 anos a produção de roupas praticamente dobrou e, ao mesmo tempo, o uso de roupas diminuiu em 40%. Logo, muito se produz, mas muito também é descartado.

Desta forma, sugere-se o modelo circular para a moda, no qual o desenvolvimento da roupa será realizado pensando na matéria prima, nos meios de produção, no modo e no tempo de consumo e, por fim, no retorno à natureza ou à indústria.

O crescimento do mercado de roupas usadas

Na etapa de utilização do produto, temos um fator que colabora para o crescimento da economia circular na moda: o mercado de segunda mão.

Um relatório da threadUp Resale de 2019 mostra que a revenda de roupas usadas cresceu 21 vezes mais rápido nos cinco anos anteriores. E, de acordo com uma pesquisa do Pinterest, o conceito “moda de segunda mão” teve um crescimento de 36% nas buscas em 2020.

Nesse sentido, o aumento do número de brechós trouxe uma maior diversidade e possibilidade para os consumidores. Além disso, atualmente, vemos brechós configurados de diferentes maneiras: grandes espaços organizados como lojas de departamento, brechós online através de perfis nas redes sociais, e até mesmo portinhas escondidas com uma curadoria única e específica.

A troca como meio de consumo

Para além da revenda de roupas usadas, um conceito de consumo que vem crescendo com o discurso de sustentabilidade, é a troca de roupas.

Somente no Brasil, por exemplo, a produção das confecções gira em torno de 9 bilhões de peças ao ano. Por outro lado estima-se que 50% das peças ficam paradas nos armários das pessoas, e que algumas são descartadas após serem usadas entre 7 e 10 vezes.

Com a troca, a roupa vira a moeda e você escolhe o seu valor. Além disso, o modelo é capaz de saciar a sua vontade de ter novas roupas. Aquilo que está parado em um armário pode ser exatamente o que falta em outro.

É preciso mudar a ideia de que roupa é algo descartável. Assim como a troca, existem soluções na moda circular que também aumentam a vida útil das peças, como o conserto de peças danificadas e o upcycling, que dá uma nova utilidade aos tecidos e peças que iriam para o lixo.

Como trocar suas roupas usadas

Eventos de troca começaram a acontecer em grupos de amigos, feiras ou eventos organizados por brechós. Mas agora, é possível também realizar trocas de forma fácil e rápida com o Trokaí.

Com o Trokaí, plataforma de troca, compra e venda de roupas usadas, você consegue passar para frente aquelas roupas que estão paradas no seu armário, e até mesmo adquirir outras peças que está desejando!

A plataforma reúne usuários de todo o Brasil e uma grande variedade de peças. O Trokaí oferece um sistema de troca super fácil, pagamento seguro pelo aplicativo e entrega pelos correios.

Conheça o Trokaí e comece já a trocar as suas roupas sem sair de casa, de forma simples e inovadora.

6 Comentários

  1. Adriane

    Gostei muito do seu texto que valoriza a sustentabilidade!
    Inclusive, já entrei no aplicativo Trokaí e já efetuei uma compra de um brechó, deu tudo certo e a roupa chegou do jeito que as fotos mostravam.
    Realmente é um aplicativo muito interessante, já postei roupas minhas.

    Muito bom!

  2. Isadora

    Ótimo texto!
    Sou uma pessoa que adoro variar as roupas que uso, mas sempre pensando na moda consciente, na sustentabilidade, por isso a troca é uma opção que funciona muito, faz girar. Já baixei o Trokai e coloquei algumas peças de roupas que não me atendem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *